Apesar de muitas vezes utilizarmos a palavra autoestima, talvez seja menos vulgar investirmos o nosso tempo a perceber a sua real importância e o seu impacto nas nossas vidas. E, talvez seja ainda menos comum estarmos conscientes do modo como se forma a autoestima e, tão pouco, do modo como contribuímos para a construção da autoestima das crianças que vivem no nosso meio de influência – enquanto pais, cuidadores, professores, familiares, amigos. Por essa razão, talvez seja importante que possa agora ter a noção de quando e como se começa a formar a nossa autoestima.

 

Como se forma a autoestima…

Nos primeiros anos das nossas vidas – quando somos crianças – as interações que temos com os outros, estabelecem um conjunto de lições emocionais. E, essas lições que aprendemos na infância estão baseadas nas harmonias e nos percalços dos contatos que fomos tendo com aqueles que cuidavam nós.

Quando e Como se forma a autoestima? A autoestima começa a formar-se na infância através da interação com as outras pessoas. Nesse sentido, a construção da perceção que, cada um de nós tem de si mesmo, começa quando somos crianças. E, como sabe, uma criança é facilmente influenciada e moldada por aqueles que lhe são próximos – principalmente os pais – que para ela são o modelo a seguir.

Assim, é vulgar vermos uma criança a imitar os adultos e copiando o seu comportamento (comportamento social imitativo). As crianças seguem o modelo de comportamento das pessoas mais importantes para elas e é na sua imagem que se refletem. Dessa forma, a criança vai formando a sua autoestima com base na interação com o ambiente que a evolve, sobretudo com pessoas significantes do seu meio familiar, escolar, social, etc.

Por essa razão, na infância os professores, os pais, enfim, o ambiente social em que a criança vive desempenha uma importância determinante no desenvolvimento da sua autoestima. Uma criança que se desenvolve num ambiente que a faz sentir amada de uma forma incondicional – independentemente dos seus comportamentos – tende a vivenciar um maior bem-estar psicológico e a sentir-se mais feliz.

 

Ambientes que facilitam uma autoestima saudável:

– Aqueles onde as crianças experimentam a aceitação de seus pensamentos, sentimentos e valores pessoais;

– Onde a criança é respeitada e se sente valorizada;

– Onde recebem reforços positivos pelas suas pequenas conquistas;

– Em que os limites são claramente definidos e que, são justos e não opressores;

– Em que a criança sente que o amor que recebe não está dependente dos seus comportamentos ou resultados, e que é incondicional.

 

O olhar de um menino. As crianças mostram-nos de que forma contribuimos para a sua autoestima.

 

Ambientes que contribuem para uma baixa autoestima:

– Ambientes onde a criança vive superprotegida e não lhe é dada a oportunidade de vivenciar obstáculos e aprender com as suas pequenas frustrações;

– Onde os limites não estão definidos e os pais são demasiado “deixa andar” ou, em oposição, as regras são impostas de forma opressiva;

– Em que os sentimentos da criança são ignorados ou tratados como ninharias e onde a criança sente que não tem liberdade para expressar as suas emoções, dificuldades, pensamentos;

– Onde o autoritarismo e a violência são usados como expediente para a controlar e manipular;

– Convívio com adultos desdenhosos e que lhe proporcionam situações onde se possa sentir humilhada ou ridicularizada – críticas, rejeições, desvalorizações, abandono, comparações com outros, etc…

– Onde a comparação como os outros e cobrança de resultados está presente frequentemente e, por isso, a criança sente que o amor que recebe está dependente dos seus comportamentos ou resultados.

 

E se ficou interessado, saiba que esta publicação faz parte de uma sequência de artigos. Leia também:

  1. O que é a autoestima? Qual a sua importância?
  2. A Insegurança, o medo ou a ansiedade são “maus” ou “bons”?
  3. Autoestima baixa: Que sentimentos e comportamentos?
  4. Como se forma a autoestima. Quando nasce?
  5. Como aumentar a autoestima: 11 atitudes poderosas

 

Texto | Té Monteiro

Fotografias | Aamir Mohd Khan

Newsletter!

Registe-se agora e receba inspiração, dicas e as novidades Happy Flow na sua caixa do correio.

Recebemos o seu pedido de registo. Confirme, por favor, a subscrição no e-mail que lhe enviamos.

Pin It on Pinterest

Share This